Blog

01/08/2015

Troca de Farpas

black-and-white-cute-da-jubs-john-lennon-paul-mccartney-the-beatles-Favim.com-43705_large.jpgQuem achava que o maior barraco entre os Beatles foi a ação judicial que Paul McCartney enfiou nos outros três, poderá rever seus conceitos agora. Mesmo depois de separados, cada um tocando sua carreira e sua música do jeito que queria, o bicho pegou e o barraco rolou. Para nós, renderam músicas lindas e que são lembradas até hoje.

Tudo começou quando Paul McCartney lançou em 1971 o álbum RAM. Muita gente, inclusive John Lennon, acreditou que as músicas eram indiretas para o ex-parceiro. John acreditava que “Too Many People” era uma crítica aos seus envolvimentos como movimentos pacifistas e outros movimentos contra o governo.  “Dear Boy” seria sobre a relação Paul x John versus John x Yoko. Pelo menos na prática, o amor de John e Yoko foi maior que a amizade de Paul e John. Em “The Back Seat Of My Car”, John chegou a dizer que tinha certeza que a frase “We believe that we can’t be wrong” era para ele e Yoko, pelos mesmos motivos de “Too Many People”.

E assim iniciou-se a Music War.

John Lennon respondeu com “How Do You Sleep?”, no seu álbum “Imagine”, também de 1971, visivelmente irritado com os ataques de Paul. Então completamos a “batalha” com os outros dois Beatles: George Harrison e Ringo Starr estavam participando da gravação de Imagine. John cita o álbum “Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band”, que partiu de uma idéia de Paul. Depois cita “Yesterday”, que até hoje é a música mais regravada dos Beatles. George Martin pediu que Paul a gravasse sozinha, pois não viu necessidade de guitarras e bateria na música. John chegou a dizer que “Yesterday” foi o primeiro trabalho da carreira solo de Paul. Em “How Do You Sleep?”, John diz que a única coisa realmente relevante que Paul fez foi a música e seu trabalho como Beatle (Yesterday é um jogo de duplo sentido: refere-se a música e também pode ser lida na forma literal).

John ainda ataca a relação de Paul e Linda (Jump when your mamma tell you anything), uma estranha citação vendo a relação que ele mesmo mantinha com Yoko (várias vezes ele a chamou de mãe).

Ringo sentiu-se incomodado com a troca de ofensas e não tocou bateria nesta música. Pediu que John encerasse a briga ali mesmo. “É o bastante, John.”

George ainda devia ter ressentimentos de Paul. Gravou a guitarra solo da música e dá pra sentir arrepios ao escutá-la. No documentário “Imagine: John Lennon” de 1988, John e George tem uma conversa antes de entrar no estúdio, uma conversa cheia de indiretas e piadas a respeito de Paul. John nunca confirmou que a música era direcionada a Paul.

Logo depois, Paul gravou “Let Me Roll It”, uma resposta elegante à “How Do You Sleep?”. Era uma piada, mas no final John acabou gostando da música e usou o riff da mesma em “Beef Jerky”, do seu álbum “Wall and Bridges”.

No final das contas, os dois ainda reataram a amizade, não do mesmo jeito que antes. Nunca mais voltaram a gravar juntos. E segundo Yoko, foi Paul McCartney o responsável por trazer John Lennon de volta para casa, encerrando o famoso fim de semana perdido.

Rádio Comunitária 87 FM de Guaxupé

Rua Capitão João Machado, 199, Centro
Guaxupé-MG - CEP: 37800-000
Telefone: (35) 3552 6038
E-mail: comunitaria@87fm.com.br
Site: www.87fm.com.br