Sexta do Compositor

Sexta do Compositor

        Carlos Althier de Souza Lemos Escobar, Guinga, nasceu em 10 de junho de 1950, no Rio de Janeiro. Aprendeu viOlá£o intuitivamente aos 13 anos de idade. […]

Publicado por Redação em 30/09/2011 às 8:47

 

 

 

 

Carlos Althier de Souza Lemos Escobar, Guinga, nasceu em 10 de junho de 1950, no Rio de Janeiro. Aprendeu viOlá£o intuitivamente aos 13 anos de idade. Mais tarde faria cursos de Música, inclusive 5 anos de viOlá£o clássico com o professor Jodacil Damasceno. Começou a compor aos 16 anos, classificando a sua primeira canção aos 17 anos no Festival Internacional da Canção.

Trabalhou profissionalmente, acompanhando artistas como Clara Nunes, Beth Carvalho, Alaíde Costa, Cartola, João Nogueira, entre outros. Formou-se em Odontologia em 1975.

Sempre compondo, teve várias de suas Músicas gravadas por nomes importantes: Elis Regina, Michel Legrand, Sérgio Mendes, Leila Pinheiro, Chico Buarque, Clara Nunes, Ivan Lins e outros.

Suas composições são parcerias feitas com Paulo César Pinheiro, Aldir Blanc, Chico Buarque, Nei Lopes, Sérgio Natureza, Nelson Mota, Simone Guimarães, Francisco Bosco, Mauro Aguiar e Luis Felipe Gama. Gravou 6 cds pela gravadora Velas:

Todos foram sucessos de crítica. Alcançou com seu “Cheio de Dedos” as seguintes premiações: Prêmio Sharp 1996 – Melhor Disco Instrumental, Prêmio Sharp 1996 – Melhor Música Instrumental (Dá o pé o Loro) e Prêmio Sharp 1996 – Melhor Produção (Paulo Albuquerque).

Teve sua obra gravada por Leila Pinheiro no CD “Catavento Girassol” (pela gravadora EMI – ODEON). As 14 faixas do CD são todas de autoria de Guinga em parceria com Aldir Blanc. A Música “Chá de panela” trouxe para Guinga o Prêmio Sharp 1996 de melhor Música popular brasileira.

Apresentou-se vitoriosamente no exterior: Festival Brasiliana-Madrid 1993, Café Central-Madrid 1996 (durante 15 dias), Festival Internacional de Guitarra – Cordoba (Espanha) – 1996, Festival Braziliana-Jazz (Copenhagen-Dinamarca) – 1997.

 

– Musicas apresentadas no programa:

*Simples e Absurdo (Guinga e Aldir Blanc)

*Canibaile (Guinga e Aldir Blanc)

*Sete Estrelas (Guinga e Aldir Blanc)

*Lendas Brasileiras (Guinga e Aldir Blanc)

*Ramos de Delírios (Guinga e Aldir Blanc)

*Zen Vergonha (Guinga e Aldir Blanc)

*Nem Cais Nem Barco (Guinga e Aldir Blanc)

*Baiao de Lacan (Guinga e Aldir Blanc)

*Catavento e Girassol (Guinga e Aldir Blanc)

*Canção do Lobisomem (Guinga e Aldir Blanc)

*Visao de cego (Guinga e Aldir Blanc)

*Passarinhadeira (Guinga e Paulo César Pinheiro)

*Saci (Guinga e Paulo César Pinheiro)

*Par ou Impar (Guinga e Aldir Blanc)

*Nitido e Obscuro (Guinga e Aldir Blanc)

 

– DISCOGRAFIA : COMPOSITOR E INTEPRÉTE

*Simples e Absurdo (1991)

*Delírio Carioca (1993)

*Cheio de Dedos (1996)

*Suíte Leopoldina (1999)

*Cine Baronesa (2001)

*Noturno Copacabana (2003)

*Graffiando Vento (2004)

*Casa da Villa (2007)

*Dialetto Carioca (2007)

*Saudade do Cordão (2009)

 

– Discos de outros intérpretes em que todas as faixas são de composição de Guinga

*Leila Pinheiro – Catavento e Girassol (1996) (Guinga participa também como guitarrista)

*Marcus Tardelli – Unha e Carne (2005)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Última atualização em 29 de janeiro de 2020

Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

doze + cinco =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Comente e Compartilhe nas Redes Sociais!