Sindicato do Jazz

 

 

Nascida em Newark, New Jersey, no dia 27 de março de 1924, Vaughan começou sua atividade musical cantando em uma igreja da comunidade onde crescera. Por lá, aprendeu ainda a tocar piano e órgão.

 

Seu pai era guitarrista e sua mãe tocava piano na mesma igreja.

 

A voz de Vaughan caracterizava-se por sua tonalidade grave, por seu tom aveludado e por sua excelente técnica sofisticada.

 

Sarah Vaughan foi uma das primeiras vocalistas a incorporar o fraseado do bebop.

 

Pelo grande domínio melódico e rítmico de sua voz, Vaughan se tornaria para a geração de 40, o mesmo que foi Bessie Smith para a geração dos anos 20, ou Billie Holiday e Ella Fitzgerald na década de 1930. Erguendo-se assim como uma das mais influentes vozes do jazz de todos os tempos.

 

Sarah Vaughan já era uma das mais adoradas divas do jazz quando fez seu show no Mister Kelly’s, uma badalada casa noturna de Chicago, no verão de 1957.

 

Nesse álbum, Sarah canta com a maior naturalidade e se sente mais à vontade na companhia do trio de piano, contrabaixo e percussão.

 

Ela conseguia cantar melhor quando acompanhada por poucos músicos e esse é o caso deste disco.

 

O trio não decepciona, pelo contrário, consegue criar uma atmosfera cálida e vibrante no Mister Kelly’s.

 

A impressão que fica é a de que os músicos parecem colocar os ouvintes de agora nas mesmas cadeiras na frente do palco do Mister Kelly’s.

 

Trata-se de um registro fundamental para a história do jazz, os músicos dialogam em ritimo cadenciado e o lirismo toma conta do repertório.

 

Sarah Vaughan era dona de um impressionante carisma, tinha pleno domínio de palco, o que facilitava seu improviso de maneira magistral e sua voz elegante parecia sair sem nenhum esforço.

 

Quando morreu em 3 de abril de 1990, em Los Angeles, Sarah era considerada uma das melhores vocalistas do jazz, junto com Billie Holiday e Ella Fitzgerald.

 

Vídeo: Shadow of Your Smile (1964).

Músicas:
01. September in the Rain
02. Willow Weep for Me
03. Just One of Those Things
04. Be Anything (But Be Mine)
05. Thou Swell
06. Stairway to the Stars
07. Honeysuckle Rose
08. Just a Gigolo
09. How High the Moon
10. Dream
11. I’m Gonna Sit Right Down (And Write Myself a Letter)
12. It’s Got to Be Love
13. Alone
14. If This Isn’t Love
15. Embraceable You
16. Lucky in Love
17. Dancing in the Dark
18. Poor Butterfly
19. Sometimes I’m Happy
20. I Cover the Waterfront

 

 

Músicos:
Sarah Vaughan (vocal)
Jimmy Jones (piano)
Richard Davis (baixo)
Roy Haynes (bateria)

 

 

Ouça abaixo o programa na íntegra.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × cinco =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Comente e Compartilhe nas Redes Sociais!